Governador recebe seleção goiana que vai à final da Taça das Favelas

Os atletas que vão representar Goiás na grande final da Taça das Favelas, neste sábado (19/11), em Barueri (SP), foram recepcionados na manhã desta quinta-feira (17/11) pelo governador Ronaldo Caiado, no Palácio das Esmeraldas, em Goiânia. Em clima de descontração, Caiado posou para fotos e cumprimentou a equipe, formada por adolescentes com idades entre 16 e 17 anos moradores de comunidades.

Desejando sorte aos jogadores, Caiado lembrou que a delegação goiana está desbancando favoritos: “Eles já demonstraram competência ao superar as equipes do Rio de Janeiro e de Minas Gerais. Eu desejo a eles muito sucesso e quero que tragam a taça”, afirmou. O chefe do Executivo também se comprometeu a receber os jovens novamente após a partida, seja qual for o resultado. 

O técnico da seleção, Lindomar Alves, acredita que o apoio dá um incentivo a mais para o grupo, confiante na vitória: “Aqui não tem ‘se’, com toda certeza vamos trazer esse título para Goiás” disse. “A gente nunca teve essa oportunidade, nunca estivemos nesse Palácio e hoje recebemos o incentivo do governador. Foi sensacional”, acrescentou o volante Paulo Henrique, de 17 anos.

Para garantir que não falte o apoio da torcida goiana, a Secretaria de Esporte e Lazer (Seel), vai disponibilizar ônibus para o transporte de familiares dos atletas até São Paulo. “Nós teremos entre 500 e 600 pessoas de Goiás para acompanhar o jogo”, explicou o titular da pasta, Henderson Rodrigues. O Estado também cedeu o Estádio Olímpico, na capital, para o último treino dos atletas.

A final será realizada na Arena Barueri, às 14 horas de sábado (19/11). Goiás enfrenta a seleção de São Paulo, dona da casa, em jogo que será transmitido ao vivo pela TV Globo e tem entrada franca. Esta é a primeira edição nacional da Taça das Favelas, que reuniu times de 20 estados brasileiros. No feminino, a seleção goiana ficou com a 6ª colocação.

Apoio ao esporte

Na oportunidade, o governador destacou investimentos no esporte local, por meio de programas como o Pró-Atleta, que destina bolsas mensais de até R$ 600,00 para atletas de alto rendimento; e da iniciação esportiva, que oferece aulas gratuitas em diversas modalidades, como karatê, futebol e natação.

Também participaram do encontro representantes da Central Única das Favelas de Goiás (CUFA-GO), presidida por Breno Rodrigues Cardoso; o preparador de goleiro, Rodrigo Ribeiro; o auxiliar técnico Victor Caldeira Neto e o chefe de delegação, Rafael Oliveira; além de colaboradores da Seel.

Utilizamos cookies essenciais e tecnológicos semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.