Campeão da Taça das Favelas com o apoio do Governo de Goiás, Santa Luzia visita Serra Dourada e Secretaria de Esporte e Lazer  

Grande campeão da Taça das Favelas 2021, o time do Santa Luzia esteve nesta terça-feira (14) na sede da Secretaria de Estado de Esporte e Lazer, que fica nas dependências do Estádio Serra Dourada. Os jovens da equipe de Aparecida de Goiânia conquistaram o título da competição no último sábado (11), quando golearam o Promissão, de Anápolis, por 5 a 0, no estádio Olímpico Pedro Ludovico Teixeira.

A delegação do Santa Luzia contou com o apoio logístico de transporte do Governo de Goiás, por meio da Secretaria de Estado de Esporte e Lazer, que ofereceu ônibus durante todo o campeonato. “O apoio da Seel foi fundamental para a gente conseguir este título. Se não fosse essa logística tudo seria mais difícil. A maior dificuldade do nosso projeto é o transporte. Muitos dos nossos jovens são de famílias carentes, que não tem um veículo, isso nos trazia uma dificuldade imensa. O ônibus trouxe essa segurança e conforto para o nosso time. Ficamos muito agradecidos por isso”, ressaltou o treinador Marco Aurélio Carrijo.

O time do Santa Luzia foi montado pelo projeto social Resgatar, que em 2019 coordenou o time do Parque Atheneu, que também se sagrou campeão da Taça das Favelas. Presidente do projeto, Anderson Santos falou sobre o que foi vivido pelos jovens da sua equipe na última semana. “Foi um sonho para esses jovens, jogar uma final de campeonato, em um palco como o estádio Olímpico. Eles estão acostumados a jogar no terrão, então o Governo de Goiás proporcionou para os meninos uma oportunidade de sonhar” , afirmou o coordenador.

Durante a visita, os jogadores foram recebidos pelo secretário de Esporte e Lazer, Henderson Rodrigues, que motivou os garotos a buscarem o seus sonhos. “Não podemos nunca parar de sonhar. Acreditem em vocês, se o sonho de vocês é ser um jogador profissional, não parem de buscar. Às vezes vão ter momentos de desânimos, de ter que ajudar em casa, trabalhar, estudar, mas continuem mirando seus objetivos” , enfatizou o secretário.

Um dos destaques da competição, o meia-atacante João Pedro Micharia falou sobre a decisão do fim de semana, e a emoção de marcar dois gols na final. “É um sentimento que não tem como explicar, não sabia nem como comemorar na hora dos gols. Estou nessa luta de tentar ser um jogador de futebol, e conto com o apoio dos meus pais e minha família, para buscar o meu sonho”, pontuou o jogador, de 15 anos.

Utilizamos cookies essenciais e tecnológicos semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.