Governo de Goiás entrega R$ 3 milhões em prêmios aos times da 1ª divisão do futebol goiano

O Governo de Goiás, por meio da Secretaria da Economia e da Secretaria de Esporte e Lazer (Seel), repassou nesta quinta-feira (28/04), no Estádio Serra Dourada, o valor de R$ 3 milhões em prêmios aos times de futebol da 1ª divisão do Campeonato Goiano. O recurso é proveniente do Programa Nota Fiscal Goiana (NFG) – Time Goiano do Coração. Estiveram presentes os titulares das duas pastas, Henderson Rodrigues (Seel), e Cristiane Schmidt (Economia), além dos representantes dos times goianos.

A secretária Cristiane Schmidt falou da importância da participação dos torcedores no NFG como forma de impulsionar o futebol goiano. “Esta ação é realizada por meio do Programa Nota Fiscal Goiana, que contabiliza os times com maior emissão de documentos fiscais entre seus torcedores e apoiadores. Para incentivar seu time do coração, o cidadão pode indicar seu clube entre os que estão na primeira divisão do Campeonato Goiano, a partir da lista disponibilizada no site da Economia. A indicação é opcional e está ligada diretamente ao CPF do torcedor. Porém, quanto mais CPF na nota ele pedir durante as compras, mais a premiação poderá ser destinada para o seu time”, enfatizou.

O secretário Henderson Rodrigues exaltou a importância do programa para o desenvolvimento do futebol goiano. “É um projeto fantástico idealizado pela equipe da Secretaria de Economia. Sabemos da importância disso para a sociedade, no combate à sonegação de impostos, pois quanto maior a arrecadação do Estado, maior a receita. Além disso, estamos fomentando os clubes de futebol, para ter um maior desenvolvimento em categorias de base e estrutura”, declarou.

O Time Goiano do Coração, da NFG, premiou um total de 14 times. A maior premiação foi para a Associação Esportiva Jataiense que recebeu R$586.700,00. O presidente do clube, Rogério Rassi, comemorou a premiação que trouxe possibilidades de novos investimentos. “É muito importante este incentivo para os clubes, principalmente os do interior que possuem pouca receita. Este dinheiro será aplicado na categoria de base e para pagar as dívidas que o clube tem com fornecedores. Somos muito gratos ao Governo de Goiás que está dando este recurso através do Nota Fiscal Goiana”, afirmou.

“Quero agradecer primeiramente ao Governo do Estado.  É um recurso que chega em um momento importante para os clubes.  São ações que fomentam a arrecadação do Estado e automaticamente a dos clubes fazendo com que eles possam conquistar mais espaço, contratar melhor, pagar suas contas. É hora de nos unirmos para buscarmos melhorias até o final do ano”, avaliou o presidente da Federação Goiana de Futebol (FGF), André Pitta.

Já para o Morrinhos Futebol Clube, o prêmio vai possibilitar ao time participar do campeonato feminino de futebol. “Os times do interior enfrentam muitas dificuldades financeiras, e esta premiação veio em um bom momento. Este recurso será investido na categoria de base e vai permitir nossa participação no campeonato goiano de futebol feminino”, disse.

 

Programa Nota Fiscal Goiana

 

Retomado em junho de 2021, o Programa Nota Fiscal Goiana tem no total 734,7 mil inscritos. O contribuinte que pede CPF na nota garante descontos de 5% a 10% no IPVA e concorre a prêmios em dinheiro. São R$ 200 mil todo mês e R$ 700 mil no final do ano.

O NFG mais que dobrou a quantidade de contribuintes que obtiveram o desconto máximo de 10% no IPVA (Imposto Sobre a Propriedade de Veículos Automotores), concedido para quem pede CPF na nota no momento da compra. O balanço é da Subsecretaria da Receita Estadual.

De modo geral, o número de pessoas que alcançaram descontos entre 5% e 10% aumentou em 19,8%. Isso significa que 442 mil pessoas obtiveram abatimento no IPVA só pedindo o CPF na nota. Já aqueles com desconto máximo mais que dobrou, com evolução de 136%. “Esse aumento mostra que as pessoas estão cobrando mais o CPF na nota, o que gera mais cidadania e responsabilidade com o dinheiro público'', frisou o coordenador.

Além dos prêmios, o objetivo é conscientizar o cidadão da importância da exigência do documento fiscal em todas as suas compras, contribuindo assim para que o tributo alcance a sua função social por meio do combate à sonegação e do aumento da arrecadação estadual.

Utilizamos cookies essenciais e tecnológicos semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.